Colite



A colite ocorre quando há inflamação do intestino grosso – o cólon. A doença pode ser tanto aguda quanto crônica, dependendo de sua gravidade.

Os principais tipos de colite são:

- A retocolite ulcerativa ou colite ulcerativa é uma doença crônica do intestino grosso, de causa desconhecida e que causa inflamação e feridas no revestimento interno do cólon e do reto. É caracterizada pela diarreia constante, geralmente acompanhada de sangue.

- Colite isquêmica é mais comum do lado esquerdo do cólon. Sintomas comuns são diarreia, dor abdominal e sangramento intestinal.

- A colite por citomegalovírus é uma forma da doença causada por infecção viral na região do cólon.

- A Doença de Crohn é uma doença inflamatória séria do trato gastrointestinal, que afeta predominantemente a parte inferior do intestino delgado e o intestino grosso (cólon). Este é um tipo crônico da doença e é provocado por uma desregulação do sistema imunológico.

- A Enterocolite é um tipo de colite que pode ser provocado tanto por infecção bacteriana ou viral quanto por medicamentos e intoxicação alimentar.

- A colite pseudomembranosa é uma inflamação do cólon que acontece por causa de uma bactéria chamada Clostridium difficile que lesiona o intestino grosso por meio de sua toxina.

Múltiplas razões ou causas podem levar uma pessoa a desenvolver um quadro de colite. Veja alguns exemplos:

• Infecções agudas e crônicas incluindo intoxicação alimentar;

• Distúrbios inflamatórios;

• Síndrome do intestino irritável;

O diagnóstico de colite geralmente começa com um exame físico e o questionamento sobre o histórico médico do paciente.

Os sintomas de colite variam de acordo com o tipo da doença. No geral, podem apresentar sinais e sintomas em comum, como dilatação abdominal, dor abdominal, fezes com sangue, calafrios, necessidade constante de evacuar, desidratação, febre, diarreia, flatulência.

O tratamento de colite depende muito da causa subjacente. Por isso que o médico deve indicar a melhor terapia para o tratamento, que normalmente é feito por meio de medicamentos. Em alguns casos o tratamento pode ser cirúrgico.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Desbravadores: Livro de Atas

Adélia Prado – Poemas

desbravadores