finanças

Administração sábia



Administrar as finanças é uma arte que precisa ser aprendida e desenvolvida por muitas família. A seguir, algumas orientações e conselhos importantes:

Cuidado com instituições financeiras
pessoas sensatas evitam ao máximo fazer empréstimos com bancos e agiotas, principalmente quando os juros são exorbitantes. Para não se tornar escravo de uma divida impagável, muitas vezes é preferível se desfazer temporariamente de alguns bens. Em algumas situações a venda do carro ou a troca por outro mais velho pode ser uma alternativa. 

Comprar à vista
Débito prolongado e mal planejado tem que ver com disciplina pessoal e revela a incapacidade de se viver com o dinheiro a incapacidade que recebe. Muitas vezes, é mais fácil comprar em suaves prestações do que à vista. Porém, as suaves prestações podem virar pesadelos. Antes de comprara a prazo, é bom considerar o seguinte; se hoje não há dinheiro sobrando na poupança, amanhã também não haverá.

Resistência à tentação
Aprenda a dizer não à vitrine atraente; não à sociedade imediatista; não ao supérfluo. Movidas por impulso, as pessoas comprar desnecessariamente até o que não querem. O pior se dá quando chega o extrato do cartão de crédito. Vem o arrependimento de ter ido àquele restaurante caro, da calça que não tinha necessidade de comprar, da bolsa que estava em grande liquidação. Cuidado com os cartões de crédito. Eles têm sido causa de angústias, conflitos na família, insônia.

Quitação de débitos
A eliminação de gastos desnecessários é imprescindível para quitar dividas. O consumismo desmedido é um dos males principais da vida moderna.

"Descida nunca mais incorrer em outro débito. Negue-se mil e uma coisas antes de entrar em outra divida. Essa tem sido a maldição de sua vida: entrar em dívida. Evite-a, como evitaria a varíola. Negue seu gosto, negue sua condescendência com o apetite, economize seu dinheiro e pague suas dívidas. Esforce-se para pagá-las o mais depressa possível" ( Ellen G. White, Conselhos Sobre Mordomia,p.257)

saiba mais:
Érico T. Xavier
Revista do Ancião
Missio Dei

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Desbravadores: Livro de Atas

conheça os tipos de açúcar

desbravadores