panela ideal







Uma panela pode ser bonita, mas não cozinhar os alimentos de forma homogênea; pode ser fácil de lavar, mas ter vida curta; pode liberar matérias benéficas ou matérias tóxicas ao nosso organismo. Um estudo feito pela nutricionista Késia Diego Quintaes, da Universidade Estadual de Campinas, aponta as características de cada material:

COBRE – cozimento homogêneo e rápido, ideal para molhos delicados. É bonita e leve, mas o preço é salgado.

INOX – aquece e esfria o alimento lentamente, Pesado, durável e, normalmente, tem design moderno. Custa mais.

ANTIADERENTE – não exige esforço na limpeza. É saudável por exigir menos gordura. O preço é acessível, mas a vida é curta.

FERRO – ajuda na prevenção ou no tratamento da anemia, pois libera ferro. É pesada e demora a aquecer e esfriar o alimento.

VIDRO – ideal para assados, pois aquece rapidamente. É bonita, cara e frágil.

ALUMÍNIO – É a menos saudável, pois libera alumínio em quantidades às vezes intoxicantes. Aquece e esfria rápido e serve para quase todo tipo de prato. É a mais barata e leve. 



http://oitododia.com.br/dica-escolher-panela-ideal/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Desbravadores: Livro de Atas

Adélia Prado – Poemas

desbravadores