Amora e a saúde


Existem diferentes tipos de amoras: vermelhas, brancas e negras. Elas possuem tamanho pequeno, variando entre 1 a 3 centímetros, dependendo da espécie.
A amora tem muita semelhança com a framboesa e é altamente nutritiva, com sabor adocicado, motivo pelo qual é preferência em sucos. A amora também possui propriedades antioxidantes, que auxiliam o corpo no combate aos radicais livres, que estão diretamente ligados a processos degenerativos.
Fruto: é rico em vitaminas e minerais, fonte de ferro, vitamina C e cálcio. Contém ainda antocianinas, antioxidantes capazes de reverter os danos causados à célula pelos radicais livres.
Folhas: são utilizadas para fazer o chá de amora, que atualmente tem feito muito sucesso pelos diversos benefícios que pode oferecer à saúde. É na folha que está a maior concentração de magnésio, fósforo, potássio e cálcio, como também vitaminas antioxidantes, como Vitamina C e E.
O emprego desta fruta varia desde suco a essência de geleias e sorvetes, e como a amora preta é rica em pectina, também é incluída na dieta de pessoas que possuem altos níveis de colesterol no sangue. Seu suco além de muito refrescante, pode servir de calmante adstringente e a fruta já é alvo de procura pelos praticantes de musculação, pois o alto teor de potássio incentiva isto.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Desbravadores: Livro de Atas

Adélia Prado – Poemas

desbravadores